blog
amo branding

Redes sociais a favor do branding do seu negócio

19 de maio de 2016

Facebook, Instagram, Whatsapp e blogs… todos os formatos de redes sociais ajudam – e muito! – no posicionamento de uma empresa. Para os pequenos negócios, que não costumam ter verbas para ações de marketing e publicidade, pode-se dizer que estas ferramentas são ainda mais importantes em termos de divulgação e de comunicação de atributos. Envolver seu cliente e mostrar o valor de seus produtos/serviços são apenas algumas das possibilidades nesta comunicação direta. Nesta vitrine 2.0, leva a melhor quem usa cada mídia da melhor maneira.

Branding e redes sociais
imagem: Mídias Sociais via Shutterstock

AMOSTRA GRÁTIS
É difícil envolver clientes em potencial usando as redes apenas como um catálogo que oferece seus produtos e serviços. Ao mesmo tempo, é preciso tomar cuidado com o excesso de criatividade que publica conteúdo 100% aleatório e nada linkado à especialidade da empresa. A fórmula ideal é oferecer repertório que esteja de fato ligado ao negócio: uma florista dá dicas de montagem de arranjos, uma nutricionista compartilha conteúdo sobre alimentação saudável, uma marca de acessórios oferece referências de composição de looks, uma doceria mostra decoração de mesas, por exemplo. E nunca tenha medo de disponibilizar gratuitamente um conhecimento pelo qual você também cobra – encare como um test-drive para clientes, que terão mais confiança e desejo.

O NOVO S.A.C.
Já se comenta que ferramentas como Twitter e Facebook acabaram com o tradicional serviço de atendimento ao consumidor – as redes são o primeiro ponto de contato quando se quer tirar uma dúvida ou fazer uma reclamação. Use-os com sabedoria, dando atenção a solicitações com o máximo de agilidade. Na era da internet a jato, todos são ansiosos e uma hora pode parecer um mês!

Mais: Qual a Melhor Mídia Social para Fortalecer a Sua Marca?

CO-BRANDING
O termo significa, em linhas gerais, a associação de diferentes marcas em uma mesma ação. Sua empresa pode se linkar a negócios complementares em um projeto que traga boa exposição e possibilidade de troca de clientes. E isso funciona para os pequenos tanto quanto (ou mais!) do que para grandes companhias – pense em um designer que faz uma ação com um programador de html ou em um salão de manicures de bairro que arma algo em conjunto com uma marca bacana de bijoux.

CUIDADO: É SEMPRE BOM LEMBRAR…
Marcas (pessoais inclusive) precisam ser cuidadosas em suas exposições online. Aquele print de postagem pode ter o mesmo peso que um CV, um produto ou um histórico profissional. Porque ninguém é perfeito, mas a gente evita a imperfeição – ou seja, negócios com deslizes ou arranhões na imagem – na hora de contratar ou se associar a um nome.

Mais: Como Usar Cada Mídia Social no Seu Branding

QUER SABER MAIS SOBRE BRANDING?!
Vem aí a edição 2016 dos workshops AG Branding no Rio – será nos dias 14 e 15 de junho, no Leblon. O primeiro lote, com metade das vagas, já foi preenchido; o segundo começou a ser vendido nesta semana. Para se inscrever no combo Branding para Empreendedores + Branding Pessoal (com 15% de desconto), use a caixinha abaixo. Para ver a programação ou se inscrever em módulos avulsos, clique aqui.


VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…

O branding e as pequenas (grandes!) empreendedoras

19 de novembro de 2015

Há seis meses, fiz um post no qual mostrava como o branding fazia parte dos negócios de três mulheres que participaram das primeiras turmas do workshop AG Branding para empreendedores. Sempre que possível, aliás, gosto de trazer para cá algumas das muitas histórias incríveis que ouço durante e depois de cada apresentação – divulgar o trabalho de quem empreende e investe na própria marca é algo que me faz feliz. Encerrando mais um ano e completando 12 edições de workshops, é hora de trazer mais três casos: três participantes da última turma carioca, em setembro, foram as escolhidas. Enquanto tomamos fôlego (já!) para 2016, que tal um pouco de inspiração com estas histórias?

Ateliê Bacana

FERNANDA DULOSI, RJ, MISS LAÇOS
O que é: uma marca de laços para bebês e crianças, com peças lindas, super coloridas e de ótima qualidade (nota da Ale: testei e mais do que aprovei!).
Como decidiu empreender: sou arquiteta, mas trabalhava no lado B da arquitetura, onde o glamour passa bem longe: obra pesada, obras públicas, bota no pé. Depois do nascimento da minha filha, comecei a questionar meu ritmo de trabalho intenso e saí do emprego. Nesse período comecei a produzir laços para minha filha – que nasceu com pouco cabelo e depois ficou totalmente carequinha! – e notei que era bem difícil encontrar faixas para bebês carequinhas que tivessem modelos mais delicados, menores e bem coloridos. As amigas começaram a pedir para comprar, resolvi anunciar no instagram e… o negócio cresceu!
Branding no seu negócio: tenho consciência que não estou reinventando a roda, mas sim oferecendo um produto adaptado para uma cliente com um gosto específico (no caso, mães que preferem laços menores e mais discretos, em faixinhas, para suas filhas com pouco cabelo). Posicionar e fortalecer minha marca é muito importante para que eu possa me manter no mercado após o fator novidade passar e até quando outras marcas surgirem!
O #WorkshopAGBranding me ajudou… a principal é EXCELÊNCIA! Produzo os laços cantanto esse mantra – principalmente quando o cansaço bate, já que trabalho muitas vezes de madrugada. Busco a excelência no acabamento, na embalagem, no bilhete personalizado que envio. Também consigo ser bastante imediata nas repostas aos clientes, estou ligada 24 horas: muitas mães de bebês costumam acessar as redes sociais e comprar por volta das onze da noite, quando conseguem ter tempo, então faço atendimentos nesses horários. Uma vez, fechei uma venda quase meia-noite. A mãe nem se deu conta do horário e, quando percebeu, pediu mil desculpas. E eu falei que entendia, que sabia que aquele horário era o mais tranquilo e calmo para nós, mamães. Ela ficou tão feliz que comprou mais duas vezes depois desse dia!
Para ver mais: instagram @misslacos

Miss Laços

ÁDARA ZANELLA, RJ/SP, PET DELÍCIA (responsável pelo marketing)
O que é: alimentação saudável, saborosa e balanceada para cães e gatos, desenvolvida a partir de uma necessidade dos sócios com a consultoria de pesquisadores especialistas em nutrição animal. A equipe hoje conta com uma nutricionista especializada em nutrição de cães e gatos.
Como decidiu empreender: sou associada de uma pequena startup, a veia empreendedora sempre esteve latente na minha vida. Quando acredito numa ideia vou com afinco na direção de executar – quase nunca temos apoio, porque muitas vezes ideias fora do comum tendem a serem vistas como inviáveis ou fadadas ao fracasso. É preciso muita paixão para insistir e ouvir a intuição em vez da ‘torcida contra’.
Branding no negócio: o posicionamento bem definido deixa claro o propósito do produto assim como o seu target de consumidor. Sem um bom posicionamento, o consumidor não identifica o real valor do que o produto oferece, assim como seus benefícios ao adquirir e ou consumir tal marca.
O #WorkshopAGBranding me ajudou… minhas ideias se fortaleceram no sentido de que se não há um embasamento no que se apresenta/divulga, a marca não desperta interesse nem gera consumo ou simpatia. Deve-se ter um discurso bem embasado, alinhado com a entrega do que se promete na comunicação. Ou seja, expectativa = satisfação no contato com o produto. Entregue o que promete.
Para ver mais: site Pet Delícia

Pet Delícia

BIBI LANCE E CAROL MALAUA, RJ, ATELIÊ BACANA
O que é: empresa que envia kits completos para fazer festinhas de aniversário caseiras, como as dos tempos antigos. Com delicadeza, simplicidade e bom gosto, os caixotes chegam em três opções de tamanhos e trazem dos pratinhos e talheres aos itens de décor de mesa, incluindo a cartilha do passo-a-passo, que ajuda na preparação em minutos.
Como decidiu empreender: percebemos que faltavam no mercado opções práticas para decoração de festas menores, caseiras e, principalmente, criativas e acessíveis. Muitas pessoas querem comemorar, mas acabam encontrando opções muito caras para uma festa bonita, outras vezes encontram produtos comuns demais, ou ainda não encontram tempo e disponibilidade para buscar todos os recursos necessários. Foi então que nasceu a idéia do Ateliê BaCana. E o melhor: a festa é ecologicamente consciente e estimula nossos pequenos a agirem de uma maneira bacana com o mundo.
Branding no seu negócio: o posicionamento de marca para pequenos empreendedores é importante para nos comunicarmos com nossos clientes de forma clara e para que eles tenham uma leitura correta da ideia e confiem no nosso produto.
O #WorkshopAGBranding me ajudou… o exercício de abertura, para definir nosso negócio em uma só frase, nos deu o norte inicial que precisávamos. Quando fala-se de inovação incremental, veio o impulso para pensarmos que o nossa ideia poderia dar certo. É muito difícil criar um negócio totalmente novo. Quando vamos trabalhar em algo que já existe, temos que estudar e criar formas de melhorar. Comunicar com clareza para criarmos uma marca forte, facilmente reconhecível e lembrar que concorrência não é ameaça, mas um impulso na busca de novidades e excelência.
Para ver mais: instagram Ateliê Bacana

Ateliê Bacana


VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…

Cultura organizacional: o branding da sua empresa precisa dela!

10 de setembro de 2015

É (ainda) pouco comum entre novos e pequenos negócios o pensamento na cultura organizacional como ponto de partida. Postei rápida e resumidamente mente sobre isso no instagram @agbranding semana passada: mais do que palavras, a cultura organizacional aparece em ações, em escolhas, em comportamentos que mostrem o propósito maior daquele negócios, os valores reais que o sustentam e… olha o branding aí, as estratégias que o diferencial da multidão. Do tecnológico Facebook à líder de maquiagens M.A.C., todas as grandes empresas já têm essa consciência. E você deve pegar esse pensamento emprestado desde o dia um, desde o primeiro funcionário, pois, só assim, é possível crescer sem perder o foco e o rumo da sua marca.

cultura organizacional

NO FACEBOOK
O livro de capa vermelha. Assim é conhecida a publicação impressa que, desde 2012, aparece nas mesas dos funcionários do Facebook {segundo matéria do Business Insider}. Em um mix de frases inspiradoras e afirmações sobre os valores e a história da empresa, o objetivo é unir a equipe e inserir funcionários no ambiente ao qual pertencem. Ao fim do livro, há uma chamada para a realidade que é comum no ambiente competitivo e não muito confortável das startups: “Se nós não criarmos algo que acabará com o Facebook, alguém criará – a internet não é um lugar amigável”.

livro Facebook

livro Facebook

NA M.A.C.
Há bastante tempo a empresa de beleza distribui a seus colaboradores a chamada ‘Bíblia da M.A.C.”. À parte de toda a questão mais técnica com descrição e modo de usar os produtos, existe destaque para a maneira de interagir com consumidores e, principalmente, para a importância de ‘vestir a camisa’ da empresa. Sim, porque nessa relação de trabalho empregador-empregados, um empresta atributos ao outro o tempo todo – logo, as imagens de ambos são responsabilidade e preocupação para os dois lados.

A M.A.C. Bible reforça o protagonismo do cliente e coloca funcionários como colaboradores que estão ali para facilitar a vida do consumidor – seja com respostas, com soluções, com atenção, com compreensão. “Você está ali para auxiliar o cliente, não para insistir que ele faça as coisas do seu jeito”, diz um dos trechos da publicação. O foco no serviço também se sobressai na comparação com o produto em si. “Como temos êxito em um universo no qual o cliente tem muitas possibilidades de escolha e acesso a tanta informação? Oferecendo um serviço excelente.” Linguagem corporal, tom de voz e palavras usadas também entram na programação do que é ‘ensinado’ a novos membros do time.

MAC

NA SUA EMPRESA
Mesmo que você ainda seja apenas uma ‘eupresa’, tenha em mente seus valores, seus propósitos, o que te move em seu negócio. É com base nisso que você e seu time saberão no que acreditar, saberão quais nãos devem dizer em prol do sim à imagem da marca, saberão quais metas devem bater e com que objetivo. Cultura organizacional é o primeiro mapa do negócio – antes mesmo do business plan – e é o que vai te permitir planejar, crescer, expandir. No que você acredita? Pelo que você trabalha?

Quer saber mais?! Livros sobre o universo organizacional da Disney são sempre ótimas fontes de consulta sobre como comunicar sua cultura e colocar a excelência como prioridade de cada colaborador. Volto a recomendar O Jeito Disney de Fazer Negócios e Nos Bastidores da Disney.

crédito imagem principal: Prathan Chorruangsak / Shutterstock.com

EXTRA, EXTRA: QUER SABER MAIS SOBRE BRANDING?!
Excelência, propósito, comunicação e outros fatores envolvidos nas estratégias de posicionamento e fortalecimento de marca são parte da programação dos Workshops AG Branding. A última temporada carioca de 2015 acontece na próxima semana e tem 90% das vagas já preenchidas – venha se juntar a estes grupos.

16.09.15 >> Branding Pessoal – como posicionar a marca chamada “você”

, para pessoas físicas que querem valorizar suas marcas pessoais no ambiente corporativo ou em seus próprios negócios: comportamento, mídias sociais, networking, cases de sucesso, foco & a importância da diferenciação e cuidados subliminares que comunicam sua imagem no mundo

17.09.15 >> Princípios de Branding – um panorama geral sobre posicionamento de marca para pequenos empreendedores, profissionais liberais e blogueiros: a importância do branding, imagem visual, casos clássicos de branding como identidade, como comunicar o que se deseja, a importância do padrão, excelência, branding pessoal, mídias sociais, erros de branding e cases de sucesso e rebrand
Detalhes e inscrições em sympla.com.br/agbranding ou no site AG Branding {valor módulo avulso: R$ 290}
p.s. interessados em participar dos dois módulos, podem solicitar a incrição no ‘combo’ com 15% de desconto (valor total: R$ 493) no e-mail contato@agbranding.com.br

VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…