blog
amo branding

Pessoas, negócios, blogs: tudo pode (e deve!) ser marca

12 de setembro de 2017

Peço licença para usar um exemplo pessoal para explicar a ideia que dá título a este post. Antes de ser meu trabalho (bem, bem antes!) branding era uma paixão, um encantamento particular, que começou ainda no fim dos anos 90, durante a faculdade de Administração de Empresas. E essa paixão foi fundamental nos resultados profissionais que tive – instintiva ou estrategicamente, mais provavelmente num mix meio a meio de ambas, eu fiz dos conceitos de posicionamento de marca uma bússola para cada etapa que vivi nos últimos vinte anos.

Pense Marca

Desde o meu primeiro emprego, nas áreas de finanças & exportações de uma estilista carioca, até a minha carreira em sites e revistas de moda e comportamento, entendi que tinha uma marca pessoal a construir. Ainda que tenha trabalhado para arrobas poderosas em seus mercados naqueles momentos, sempre, sempre contruí na paralela um posicionamento para meu nome, a única certeza que estaria comigo para o resto da vida. Com a internet esse processo se tornou mais fácil e automático, claro, mas antes mesmo das redes sociais esse já era um dever de casa diário.

E por falar em internet… foi inteiramente como hobby que coloquei no ar em 2007 o blog de moda ItGirls.com.br. Àquela altura, blogs não eram negócios, fontes de renda nem mesmo mídias exatamente relevantes. Seriam, no máximo, ferramentas de branding pessoal (o que já é bastante coisa!). Pois já no princípio, quando ninguém tinha grandes pretensões nem sabia onde isso daria, pensei na minha url-recreio como um pequena marca. O It foi possivelmente um dos primeiros a batizar linhas de produtos com sua logo – colares e camisetas – e a dar origem a um livro com seu nome. E embora eu o tivesse de forma despretensiosa, não, nada disso foi casual! Colocava a favor do que eu tinha os mesmos conceitos de branding que já usara na minha carreira e nas empresas para as quais trabalhei.

Por fim, chego ao projeto AG Branding, que se tornou realidade em 2014, com a proposta de dar um ar mais drmocrático e vida real às estratégias de posicionamento de imagem – sempre tão engessadas em um nada-atraente marketês. Apoiada basicamente na produção de conteúdo, a marca teve um crescimento gradativo, orgânico e natural, que possibilitou lotar mais de 30 turmas de workshops, cursos e palestras em seus primeiros três anos de vida.

Todo este depoimento explica por que defendo que tudo pode e deve ser uma marca: sua vida profissional, seu blog, seu pequeno negócio. Branding é o que vai te diferenciar das infinitas opções que o seu mercado já oferece; branding é o que vai comunicar sua proposta aos clientes em potencial; branding é o que vai fazer seu público (re)conhecer, escolher, confiar no que você vende. Pense marca. Em tudo que você fizer. Pense em padrões, pense em cuidado, pense em formatos. O resultado é garantido.

Pense Marca é também o tema do primeiro encontro Amo Branding, que acontece no dia 28 de setembro em São Paulo, em única apresentação prevista. Na programação, os essenciais da marca forte, cases inspiradores e a importância do autoconhecimento no processo de construção de imagem, em um papo voltado principalmente para profissionais liberais, blogueiros e EUpreendedores (donos de pequenos negócios). Para ver todos os detalhes, acesse este link. Para garantir uma das últimas vagas disponíveis, inscreva-se na caixinha abaixo. Nos vemos dia 28!


VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…

Quinze livros indicados nos workshops AG Branding

12 de setembro de 2017

Dia 30 de agosto de 2014. Nesta data, para uma plateia formada por uma turma muito especial de 30 pessoas, estreou o primeiro workshop AG Branding – com o tema Princípios de Branding para Empreendedores. Exatamente ano depois, foi a vez do segundo módulo, Branding Pessoal. Finalmente, em abril de 2016, a terceira e última versão deste formato básico intensivo, com Branding para Blogueiros. Foram ao todo 30 edições para cerca de 1.000 participantes até fevereiro deste ano, quando foi apresentada a última temporada completa.

E é especialmente para comemorar esta “virada de ciclo” (Encontros Amo Branding, o novíssimo formato, estreia no fim deste mês) que este post lista 15 dos livros recomendados nos três módulos de estreia. Sim, pois quem já participou de qualquer programa ou palestra AG sabe que a indicação de leituras é parte importante e complementar do conteúdo em questão. A maior parte dos títulos segue a mesma proposta das leituras já compartilhadas no blog ou no instagram Amo Branding: não são diretamente sobre posicionamento, mas trazem lições valiosas para quem deseja criar ou comunicar uma marca com excelência. A eles…

livros indicados nos workshops AG Branding
imagem: pilha de livros via Shutterstock

livros indicados nos workshops AG Branding
Eu S/A | O Poder do Hábito | Personal Branding | Fora de Série | A Era do Escândalo

livros indicados nos workshops AG Branding
O Segredo do Chanel nº 5 | O Jeito Disney de Encantar Clientes | Roube Como Um Artista | Classy | Power Branding

livros indicados nos workshops AG Branding
If You Have To Cry Go Outside | Ditch. Dare. Do! | Leave Your Mark | People Over Profit | Show Your Work


VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…

Tudo sobre o programa Rebranding Pessoal na Prática

25 de maio de 2017

Depois de quase três anos e 30 turmas de workshops, a AG Branding estreou novo formato neste mês de maio. Turmas reduzidas exclusivas para mulheres e um conteúdo de quatro módulos totalizando 12 horas de programação: o Rebranding Pessoal na Prática ajuda marcas pessoais a posicionarem e comunicarem suas melhores versões – online e offline!

A primeira turma, que acontece nas quintas-feiras de maio, teve vagas esgotadas ainda na pré-venda para assinantes da newsletter AG Branding. A pedidos – especialmente de quem mora fora de São Paulo – uma segunda turma foi lançada no formato intensivo. Os quatro módulos acontecem ao longo de dois dias seguidos, 7 e 8 de junho. Por ser a última edição deste programa em 2017, a turma teve capacidade excepcionalmente estendida para 24 inscrições, limite que ainda mantém o clima petit-comité que facilita o networking e participação de todos. E os últimos lugares estão disponíveis.

Quer saber mais sobre o Rebranding Pessoal na Prática? Confira abaixo o texto da newsletter de lançamento, com programa completo e perguntas frequentes.

rebranding pessoal na pratica

REBRANDING PESSOAL NA PRÁTICA: PROGRAMAÇÃO

1ª etapa: A Marca Pessoa Física
Percepção de marca, talentos, análises de casos de sucesso, ecossistema da marca pessoal.
Planilha: Ecossistema da Marca Forte
Checklist: Lista Inicial

2ª etapa: A Base do Seu Nicho
Mindset, valores pró-escolha de nicho, referências & inspirações, a importância da visualização.
Planilha: Análise de Referências & Fontes de Inspiração

3ª etapa: Cobranding & Marca Digital
Networking, estilo pessoal a favor do branding, a plataforma digital ideal, identidade online.
Planilha: Programação Editorial em Mídias Sociais
Checklist: Ações de Networking

4ª etapa: Planejamento de Marca
Leis do branding pessoal, pitch marca pessoal, planejamento completo de metas e posicionamento.
Planilha: Cronograma de Planejamento e Raio X Completo Marca Pessoal
Checklist: Serviços Indispensáveis e Mapa Brand-Check Completo

Testes e questionários de apoio durante o programa: “Percepção Externa da Marca Pessoal”, “Sua Marca, Sua Impressão Digital”, “Tabela de Análise de Caso de Branding Pessoal”, “Nicho Quiz”, “Estilo Pessoal como Parte do Branding”, “Mídias Sociais: Qual sua Plataforma Ideal?”, “Tabela de Ações Pró-Metas”.

rebranding

REBRANDING PESSOAL NA PRÁTICA: F.A.Q.

1) Tenho dúvida se o programa é indicado para o meu perfil.
AG: O programa é totalmente focado em branding pessoal, ou seja, a parte mais democrática do posicionamento de imagem – todos temos uma marca, sejamos empreendedoras, funcionárias ou mesmo pessoas físicas sem uma carreira profissional. Se você sente que sua imagem de marca pessoal pode ser melhorada e/ou trazer mais resultados (clientes, leitores, oportunidades de emprego ou trabalhos freelancer…), pode vir! Ah, existe apenas um pré-requisito na verdade: as duas edições deste ano serão exclusivas para turmas de mulheres. #GirlPower!

2) Na programação, está escrito que o conteúdo é voltado apenas para marcas pessoais, não atendendo a marcas de empresas. Meu negócio não tem o meu nome, posso participar mesmo assim?
AG: Esta observação foi incluída para especificar que todo o material trabalha o branding de pessoas físicas. Marcas de pequenos empreendedores (especialmente aquelas que estão na fase “EUpresa”!), ainda que não levem seu próprio nome, são muito ligadas a imagem do dono. Neste caso, o Rebranding Pessoal é super útil. Se, no entanto, você precisa posicionar uma imagem de marca de empresa que não tem qualquer ligação com a sua própria imagem, este programa não vai te atender.

3) Que profissões podem tirar proveito de um melhor posicionamento de marca pessoal.
AG: Branding pessoal é o que faz uma nutricionista já ter agenda cheia até o fim de 2017, uma blogueira lançar produtos com licenciamento de sua marca ou um coach ser a opção número 1 de tantos clientes mesmo em um mercado super-concorrido. Claro que há sorte, contatos e mais outros fatores abstratos, mas pode ter certeza que existe muito de estratégia aí – no nicho, na organização, no atendimento, na comunicação digital… Quanto mais a gente aprende sobre branding e mais entra em contato com a essência da nossa marca, mais a gente se diferencia da concorrência, se tornando único. São infinitas as carreiras que podem tirar proveito destas estratégias: médicas, arquitetas & decoradoras, coaches, consultoras de estilo, educadoras físicas, estilistas, jornalistas, joalheiras, advogadas, floristas, blogueiras, confeiteiras, fotógrafas, designers…

4) Queria muito participar, mas não tenho disponibilidade nesta data de junho. Haverá novas turmas/turmas em outras cidades?
AG: Em 2017, haverá apenas duas edições deste programa, a de maio (vagas já esgotadas) e esta de junho em formato intensivo. No segundo semestre, a programação da AG Branding terá apenas os encontros mensais em temas variados. Ainda não sei quais produtos serão oferecidos em 2018, então não conseguiria prometer com certeza! Infelizmente, este modelo só será apresentado em São Paulo – principalmente para atender quem vem de fora, a turma de junho acontecerá neste modelo de dois dias seguidos.

5) Sou profissional de branding e presto consulltoria para outras marcas. Você havia divulgado que teria um programa para formação de consultores parceiros, é o caso do Rebranding Pessoal na Prática?
AG: Ainda não! Existe este projeto, mas apenas para 2018. Este programa é para não-profissionais de branding e o conteúdo é integralmente voltado para aplicação pessoal. Te peço que espere só mais um pouquinho, em breve pretendo ter notícias sobre o formato para a nossa área!

6) Quais as formas de pagamento disponíveis?
AG: O investimento de R$ 1.280 poderá ser parcelado em até 10 vezes no cartão de crédito (com juros de 1,99%) via Sympla, plataforma na qual acontecem as inscrições AG Branding. Exclusivamente durante está pré-venda até domingo (7.05), é possível solicitar neste mesmo e-mail a inscrição à vista via depósito bancário com 10% de desconto (R$ 1.152).

7) Por que as turmas são limitadas a poucos participantes?
AG: O intuito é que haja total networking – parte importantíssima do branding! – entre os participantes de cada edição. E os grupos reduzidos facilitam e incentivam esta troca entre todos, não apenas entre pequenos grupinhos formados internamente. Como a primeira turma lotou em poucos dias e como esta segunda será a última de 2017, a capacidade foi estendida até 24 participantes, mas este será o máximo dos máximos para não prejudicar o formato desenvolvido, que prevê participação em sala de aula e minha atenção “um a um” nos intervalos, entrada & saída de aula e períodos de exercício.

8) Já participei do workshop AG Branding Pessoal, posso aprender mais neste programa?
AG: Sim! Conteúdo e formato são 100% exclusivos e a proposta do programa é completamente diferente da de um workshop, que normalmente é mais teórico do que prático e mais superficial do que aprofundado no tema. O Rebranding Pessoal na Prática, então, é especialmente prático: há muitos exercícios exclusivamente desenvolvidos e, como parte do conteúdo, compartilho todas as técnicas, referências e estratégias que eu, Ale, pessoalmente usei e uso em minha marca pessoal!

Se deseja começar, reposicionar ou dar um upgrade em seus negócios e/ou carreiras, tenha o rebranding pessoal como ponto de partida. Ao fim do programa, você sairá com o “planilhão final”, apelido carinhoso de uma tabela-raio x de marca pessoal, com todos os detalhes que compõem a sua!

PARA QUEM É O RPP: pequenos empreendedores, profissionais liberais, freelancers, blogueiros e funcionários com carreira corporativa que desejam se diferenciar e se destacar em seus mercados.

PARA QUEM NÃO É: profissionais de branding ou donos de empresas com marcas completamente dissociadas da imagem pessoal do responsável que desejam trabalhar especificamente o posicionamento do negócio!

COMO, ONDE, QUANDO!
Dias 7 e 8 de junho, quarta e quinta-feira, 9h30 às 12h30 & 14h às 17h
Avenida Nove de Junho, Itaim Bibi, São Paulo
Detalhes e inscrições em agbranding.com.br/ProgramaRebranding 


VOCÊ TAMBÉM VAI GOSTAR DE LER…